Edições Natureza © - Todos os direitos reservados. 2.003 - 2.015                                                  

 

 

            Soja  - Glycine Hispida

 
 
 
Devido às suas notáveis propriedades nutricionais, o cultivo da soja se espalhou pelo mundo e atualmente, este grão está sendo cada vez mais consumido, estando na lista dos alimentos que mais fazem bem para a saúde do corpo, pois é fonte de substâncias importantes como lecitina, isoflavonas, proteínas e cálcio.

A soja é conhecida de há milênios na China, onde seu uso se tornou tão generalizado que constitui a base da alimentação do povo. Faz uns 2000 anos que essa leguminosa se tornou conhecida no Japão, e, no século XII da nossa era, seu cultivo se propagou também na Índia, Ceilão, Conchinchina, Malásia, etc. Os povos do oriente, que utilizam o sja em larga escala, consideram-no como o principal fator de sua resistência. Apesar do entusiasmo demonstrado pelos técnicos que estudaram esse legume, a sua propagação no Ocidente foi muito lenta até há não muito tempo, e, agora, sua importância na solução do problema alimentar vai-se impondo a pouco e pouco.

A soja, introduzida no Brasil em princípios do século XIX, é um alimento rico em proteínas essenciais, de alto valor biológico, e que substitui, perfeita e vantajosamente, outros alimentos proteinados, caros e por vezes difíceis de obter, como o leite e os ovos, ou caros e prejudiciais, como as carnes de quaisquer espécies, mormente de porco.

A soja, rica não só em proteínas, mas também em hidratos de carbono, gorduras, sais minerais e vitaminas, é de especial valor, também na alimentação dos diabéticos, arteriosclerosos e convalescentes em geral. Um povo subnutrido, que constantemente atravessa crises alimentares, não pode ficar na ignorância quanto ao valor da soja como alimento. O uso da soja não têm contra-indicação na dieta, salvo em casos excepcionais, em que as carnes seriam ainda muito mais contra-indicadas. Toda dona de casa deve saber que, entrando no cardápio do nosso povo, sob forma de uma variedade de pratos nutritivos, saudáveis e saborosos, a soja será um dos principais fatores na solução do problema alimentar. Onde houver soja, haverá uma família bem nutrida.

Uso medicinal

A soja é o melhor alimento para combater a desnutrição.  O leite de soja pode ser aplicado na dietética infantil, principalmente nos casos de alergia ao leite animal. Já é do conhecimento de muita gente o estabelecimento, em caráter experimental, de um latário à base de leite de soja. As vagens verdes de soja são esplêndido legume para usar em saladas, e a semente, seca e reduzida a farinha, é bom alimento nutritivo e agradável, que pode até servir para fabricar pão que o diabéticos podem comer. Medicinalmente, o óleo extraído das sementes –azeite de soja – é um precioso tópico cutâneo aconselhável em várias doenças da pele, é um laxativo de efeito seguro. O próprio leite de soja, para muitas pessoas é laxante. Para os que têm os nervos esgotados, o soja, graças especialmente ao seu conteúdo em lecitina, é um alimento de primeira ordem.

Valor alimentício

Temos na soja um alimento de produção fácil e barata, que pode substituir totalmente, com vantagens, as fontes clássicas de proteínas, pelo que não se justificaria rejeita-lo pela aparente  dificuldade em vulgarizar o seu uso, ou por questões de antipatia ou de gosto. A soja é um legume do qual se podem obter vários produtos: óleo de soja, farinha de soja, leite de soja, e outros. Entra vantajosamente em toda sorte de preparados: pão, torta, bolos, bolinhos, farofa, sopa, leite, queijo, salada e , torrado e moído, dá um saudável e saboroso sucedâneo do café.

Um dos aminoácidos encontrados na soja, a LECITINA, é rico em fosfatos (fósforo), colina, inositol e vitaminas do complexo B.

É um excelente coadjuvante na preservação das artérias do coração, pois ajuda a reduzir os níveis de colesterol e triglicérides do sangue, devido a sua ação emulsificante, que dissolve as gorduras. Além disso, é fonte de cálcio, ferro, magnésio e vitamina A, têm ação antioxidante, protege as mucosas, pele, cabelos e unhas e em função da presença do fósforo auxilia na prevenção da fadiga (cansaço) mental, potencializando assim, a atividade cerebral.
 
Já as ISOFLAVONAS são os principais fitoestrógenos presentes no grão de soja, e se assemelham muito aos hormônios femininos. O consumo de alimentos derivados da soja (leite, tofu, proteína texturizada de soja -PTS, etc), vem demonstrando juntamente com diversos estudos clínicos que as pessoas que costumam consumi-los apresentam menos chances de desenvolver doenças como câncer de mama, doenças cardiovasculares e sintomas da menopausa com fogachos.

O FEIJÃO SOJA é um dos legumes mais versáteis. É a melhor fonte de proteínas no reino vegetal. No oriente já vem sendo usado por 5.000 anos. Contém aproximadamente 35 a 40% de proteína e mais ou menos 20% de gordura. É rico em ferro e cálcio. Contém vitamina B, e quando está brotando, vitamina C. Quando misturado com o trigo, a combinação de aminoácidos se completam. Ele é um desafio aos químicos, pois apresenta mais de 200 subprodutos. O feijão-soja está entre os cinco alimentos mais ricos em proteína. Pode mesmo reclamar a honra de ser um dos alimentos mais concentrados e nutritivos conhecidos pelo homem

QUEIJO DE SOJA (TOFU)

Coloque 3 xícaras de leite de soja numa panela e leve para ferver. Acrescente o suco de 2 limões, lentamente, mexendo apenas o suficiente para misturar completamente. Deixe repousar até ficar coagulado e então escorra numa peneira fina. Este queijo pode ser usado em bolinhos, assados etc. Se for usado em saladas ou pratos que não forem cozidos, deverá ser cozido em banho-maria por meia hora.

LEITE DE SOJA

1 copo médio de soja cru
3 colheres (sopa) de açúcar
1 colher (café) de sal
1 casca média de canela em pau
Colocar a soja de molho de preferência a noite. De manhã, retirar a maioria das cascas do mesmo já crescido, o qual irá render aproximadamente dois copos e meio. Colocá-lo no liqüidificador, e em seguida a água, a qual deverá ser medida de acordo com a medida do rendimento da soja, isto é, três vezes o total do rendimento do mesmo. Bater aproximadamente entre 3 a 4 minutos, e depois coar em pano de prato limpo. Separar a massa, e colocar o leite em uma panela para ferver. Após abrir fervura, contar mais 10 minutos para colocar o açúcar e a canela. Depois contar mais 10 minutos para apurar melhor. E está pronto para servir.

FAROFA DE SOJA    Use a massa que sobrou do leite de soja

2 colheres de cebola picada
1 dente médio de alho
1 colher de salsinha picada
4 colheres de óleo p/ refogar o tempero
Refogar todo o tempero no óleo e colocar o resíduo de soja mexendo sempre para não deixar agarrar no fundo da panela e queimar. Mexer aproximadamente 15 minutos. E está pronta a farofa.

BIFE DE SOJA

Colocar de molho durante a noite 1 xícara de soja. No outro dia pela manhã escorrer a água, colocar os grãos no liqüidificador e acrescentar 1 colher (sopa) de azeite, 2 colheres (sopa) de shoyo (molho japonês), 1 xícara de água, 1 cebola média picada, 1 colher (chá) de sal e 1/3 de xícara de castanha-do-pará ou de caju. Bata no liqüidificador. Quando estiver bem triturado, despeje em uma tigela e acrescente ½ xícara ou mais de farinha de trigo. Amasse bem e deixe repousar por uma hora. Amasse novamente, forme bifes achatando com a palma da mão, e coloque-os em fôrma untada para assar. Sirva com molho de tomate ou a gosto.

MAIONESE DE SOJA

Coloque ½ xícara de leite de soja de liqüidificador, 4 azeitonas sem caroço, 2 rodelas de cebola, 2 rodelas de alho, 1 colher (chá) de sal. Ligue o liqüidificador e derrame o óleo devagar até fechar o buraco no centro do líquido. Para obter uma consistência melhor, acrescente algumas gotas de limão ao colocar a maionese numa vasilha. Para variar, acrescente cebolinha ou salsa picada, pedacinhos de pimentão ou de tomate. Se puser o tomate ou pimentão enquanto está batendo, ficará com um belo colorido.

TORTA DE SOJA

Coloque de molho 2 xícaras de feijão-soja bem escolhidos e lavados em 4 xícaras de água durante toda a noite. Triture no liqüidificador, usando a mesma água utilizada anteriormente para amolecer; acrescente mais água se for necessário. Ao bater, acrescente cebolinha verde, salsa, 4 dentes de alho, 2 rodelas grandes de cebola, alguns pedaços de cenoura e salgue conforme paladar. Depois de batido, coloque em uma vasilha e acrescente palmito picado e enfeite com algumas azeitonas por cima da massa. Leve ao forno em uma forma untada e asse até dourar.

Composição química

Calorias em 100 gramas * soja fresca

132,00

395,00

45,10

* soja seca crua

* leite de soja

Água * soja fresca

74,10%

24,00%

91,60%

* soja seca crua

* leite de soja

Hidratos de carbono * soja fresca

6,0%

10,40%

2,48%

* soja seca crua

* leite de soja

Proteínas * soja fresca

12,5%

39,4%

3,5%

* soja seca crua

* leite de soja

Gordura * soja fresca

6,5%

21,8%

2,35%

* soja seca crua

* leite de soja

Sais * soja fresca

1,9%

4,4%

* soja seca crua

Vitaminas em 100 gramas de soja:

Vitamina A

760 U.I.

Vitamina B1

960 mcg

Vitamina C

1,2 mg

 



Medicina Alternativa®