Edições Natureza © - Todos os direitos reservados. 2.003 - 2.014                                                        

 

 

   A obesidade e a fitoterapia

 
 
A OBESIDADE é o acúmulo excessivo de gordura no corpo, causado por problemas glandulares, nervosos ou gastrointestinais, por erros alimentares, etc...
Um indivíduo é considerado obeso, a partir do momento em que ele ultrapassa a faixa de 10 a 15% seu peso.
A melhor dieta é a que equilibra a quantidade certa de carboidratos, gorduras e proteínas.

Nas mulheres, o período pós-parto e a menopausa favorecem a retenção de gordura pelo organismo. As pessoas obesas têm constante sensação de fadiga, baixa resistência física e fôlego curto; além disso as articulações como os joelhos e quadris, e a coluna vertebral, podem sofrer dano pelo excesso de peso. Em consequência da obesidade, podem surgir outros problemas de saúde, tais como as complicações cardíacas, doenças do pâncreas, dos rins, da bexiga e dos pulmões. Quando a obesidade torna-se um problema crônico para o paciente, é necessário que um médico endocrinologista determine a causa da doença e prescreva tratamento adequado. Porém qualquer pessoa que desejar uma condição física mais saudável, pode tomar alguns cuidados simples e eficazes, para combater a obesidade e manter o peso ideal.

1.  Beba água pura e fresca em abundância. A recomendação é de 2 à 4 litros por dia. A água fará um trabalho de lavagem dos tubos gastrointestinais, desimpedindo-os e facilitando a absorção das substâncias úteis presentes nos alimentos e eliminando o imprestável. Além disso, ela estimulará o trabalho dos rins, que precisam funcionar plenamente para eliminar o excesso de líquidos do organismo.

2.
  Separe pelo menos uma hora de seu dia, se possível pela manhã, para prática regular de exercícios físicos, combinando cardiovasculares e musculares. Além de estimular a eliminação de líquidos através do suor, os exercícios elevam seu metabolismo, fazendo com que seu organismo consuma mais calorias e reduza a gordura corporal. Os exercícios estimulam também os intestinos, facilitando a digestão dos alimentos e a eliminação das substâncias inúteis.

3.
  Mantenha-se ativo, dando preferência a executar todas suas tarefas diárias manualmente; isto também elevará seu metabolismo e seu gasto calórico.

4.
  Evite usar alimentos artificiais, industrializados e processados. Substitua-os por alimentação natural, composta de legumes crus, frutas frescas da época e cereais integrais. Use alimentos diuréticos (abóbora, agrião, beterraba, abacaxi, melancia), e ricos em fibras (aveia, arroz integral, gérmen e farelo de trigo, milho, grão de bico).

5.
  Coma com moderação mesmo os alimentos saudáveis. Lembre-se de que as coisas boas, quando em excesso, tornam-se prejudiciais.

6.
  Estabeleça horários regulares para a alimentação. Um adulto sadio necessita apenas 3 refeições diárias. Entre as refeições, não coma doces, bolos, bombos, e salgadinhos. Beba apenas água pura e sucos de frutas naturais sem açúcar.

7.
  Suspenda o uso de café, fumo e bebidas alcoólicas. Estas substâncias abalam o sistema nervoso e criam a ansiedade que leva muitas pessoas a comerem fora de hora.

8.
  Não use sucos, refrigerantes ou água junto com alimentos sólidos, pois este hábito prejudica a digestão. Evite sobremesas e preparações doces após as refeições compostas de cereais, leguminosas e hortaliças.

9.
  Use chás digestivos periodicamente; jamais utilize remédios químicos para emagrecimento, que desregulam seu organismo e lhe fazem engordar em dobro quando você parar de utilizá-los.

Causas da obesidade podem estar relacionadas com:

1. Metabolismo lento: onde seu organismo demora para eliminar os

2. Alterações metabólicas: onde nem sempre o individuo exagera na alimentação, mas sim, tem uma deoença endócrina.

3. Supercomilões, que por ansiedade e até por gula, fazem uma alimentação errada.

HORTALIÇAS
Alface: chá das folhas e talos (80 gramas para 1 litro de água); tomar 3 xícaras ao dia.
Chuchu: usá-lo na alimentação, cozido em vapor e temperado com azeite de oliva e sal.
Tomate: suco puro, tomar 250 ml. pela manhã, em jejum. Usá-lo na alimentação, em saladas cruas.

FRUTAS
Laranja:
fazer refeições exclusivas 4 vezes por semana.
Limão: fazer cura de limão, iniciando-se com 1 limão por dia, em suco, e ir aumentando mais 1 todo dia, até o 10º dia, quando então volta-se regredindo até atingir o ponto inicial.
Maçã: fazer refeições exclusivas 4 vezes por semana.
Melancia: fazer refeições exclusivas 4 vezes por semana.

PLANTAS
As plantas atuam queimando o excesso de gordura e desintoxicando o organismo. Não apresentam reações alérgicas ou qualquer outro efeito colateral.
São muitos os princípios ativos utilizados para ajudar no processo de emagrecimento, tais como:
 
Camomila :chá das folhas e flores, (20 gramas para 1 litro de água); tomar 4 xícaras ao dia.

Chapéu-de-couro : chá das folhas (25 gramas para 1 litro de água); tomar 3 xícaras ao dia.

Clorella : Em regimes de emagrecimento, apresenta resultados bastante animadores - A clorella contém o triptofano, um aminoácido que dá sensação de saciedade, ou seja, ao entrar em contato com o suco gástrico, a alga se expande como uma esponja e libera o triptofano, fazendo a pessoa se sentir satisfeita bem antes de encher totalmente o estômago. Nenhuma alga queima gorduras. Como têm proteínas, vitaminas, fibras e muitos sais minerais, elas agem como complementos nutritivos, auxiliando a quem está de dieta a suportar as restrições alimentares.

Alcachofra: - as tinturas são obtidas das folhas e tem ação colerética (estimula a secreção da bile e a sua produção hepática) e diurética suave.

Carqueja: - tônico amargo - exerce ação benéfica no fígado e intestinos. O amargor da carqueja é o responsável pelo estímulo de glândulas salivares e hepáticas. São utilizadas as folhas, o que permite uma digestão a partir da boca.

Cáscara sagrada: - os princípios ativos estão contidos na casca do caule e na casca dos ramos. Em doses pequenas é um laxativo por excelência. O seu efeito é sentido após 6 a 8 horas.

Cabelo de milho: - ótimo diurético.

Fucus: - estimula a tireóide e acelera o metabolismo. suave ação laxativa. Diminuição da gordura através de banhos.

Glucomanann: - fibra vegetal que provoca sensação de saciedade, diminuindo a fome. Forma um revestimento em torno das partículas alimentares, retardando o processo da digestão.

Garcínia: - é um fruto natural da Tailândia e da Índia, sendo objeto de estudos nos Estados Unidos e em outros países. Reduz a fome, mas fortalece o organismo. Controla o metabolismo e reduz o armazenamento de gordura corporal.

Centelha Asiática: - por seu alto teor protéico tem um papel importantíssimo na reposição de proteínas em organismos debilitados.

Spirulina: - complemento alimentar em dietas de emagrecimento.

Goma Guar: - é uma goma obtida de sementes, usado como moderador natural do apetite e como redutor do colesterol. em casos de obesidadeé usada também por sua propriedade formadora de massa, que proporciona sensação de plenitude gástrica quando ingerida com água.
 


Medicina Alternativa®