Edições Natureza © - Todos os direitos reservados. 2.003 - 2.015

 

 

   Dieta Exclusiva

 
 
A indicação Refeições Exclusivas indica a necessidade de utilizar apenas uma espécie de alimento em determinada refeição, mantendo a normalidade nas demais. As refeições exclusivas são compostas quase que exclusivamente por frutas, mais agradáveis de serem ingeridas isoladamente. Para pessoas que realizam três refeições diárias recomenda-se a refeição exclusiva no desjejum ou jantar. Já quem tem o hábito de alimentar-se mais de três vezes ao dia, pode optar entre desjejum, a ceia da tarde e o jantar.

Para alcançar resultados mais satisfatórios por meio de refeições exclusivas, o tratamento deve ser mantido durante 15 dias. Após o período, havendo interesse em repetir o tratamento, deve-se observar pausa de uma semana.

Há ocasiões em que recomenda-se a Dieta Exclusiva para que a absorção de alguma substância específica seja otimizada. Durante o tratamento, em todas as refeições, o paciente deve ingerir somente o alimento indicado. Geralmente, a intenção recai sobre frutas, por serem mais agradáveis de serem ingeridas isoladamente. Em intervalos regulares de três horas, o paciente deve ingerir uma porção moderada da DIETA. Entre uma refeição e outra, água pura é a única substância que pode ser ingerida. Balas, biscoitos, chocolate e outras guloseimas devem ser esquecidos.

Para que não haja prejuízo nutricional, esta forma de tratamento deve ter duração curta. De modo geral, as Dietas Exclusivas não devem ultrapassar cinco dias, sendo dois ou três dias o mais recomendado.  Durante a dieta, o paciente precisa tomar alguns cuidados: esforço físico, preocupações, estresse e ansiedade devem ser evitados.

No fim do tratamento, para que não ocorra estranhamento nutricional, a volta à rotina alimentar deve ocorrer de forma gradual, com manutenção da dieta em duas refeições do dia, depois somente uma, até que seja possível retornar a normalidade.

Os tratamentos que indicam uma Dieta de inclusão de frutas, legumes ou cereais à dieta, têm duração longa, pois visam corrigir eventuais falhas nutricionais. Para que a carência seja suprida, é indicada a inclusão do alimento na dieta por tempo indeterminado. Evidentemente, no inicio deve haver mais aplicação no uso do alimento proposto. Após vinte dias não é mais necessário utilizá-lo todos os dias, porém não deve ser totalmente abandonado.

 



Medicina Alternativa®