Edições Natureza © - Todos os direitos reservados. 2.003 - 2.015

 

 

   Carambola  -  Averrhoa Carambola

 
 
 
 

 
Descrição: Sem sombra de dúvidas, a carambola é uma fruta diferente das outras cuja beleza encanta as pessoas que a colhem, pois tem uma forma delicada com 5 gomos compridos de coloração que passa de verde quase translúcido, até um amarelo gema brilhante.
Quando cortada ao meio, em sentido transversal, apresenta o aspecto de estrela, com 5 pontas perfeitas.
Quando verde, o fruto e adstringente e amarra a boca.
 
Origem: Ásia tropical.
 
Quando maduro, é adocicado, mas bem ácido. As suas pequenas e exuberantes flores apresentam pétalas em número de 4 a 5, de coloração violeta, bordadas de branco nas laterais, que antes da frutificação, cobrem toda a árvore, exalando um perfume exótico. Suas folhas são verdes brilhantes, muito sensíveis, bastando tocar levemente uma delas para que se fechem uma a uma. As crianças se divertem tocando-as e fazendo-as fechar. À noite, sem que ninguém as toque, elas se fecham como se dissessem: "estou com sono, chegou a hora de dormir”.
 
Talvez essa característica seja para se proteger de agressões externas.
 
COMPOSIÇÃO QUÍMICA : Vitaminas: A, B1 (tiamina), B2 (riboflavina), B5 (niacina) e C (ácido ascórbico). Minerais: ferro
Para 100 gramas de polpa: calorias: 29; proteínas: 0,5 g; gorduras: 0,1 g; glicídios: 7,3 g; fibras: 0,5 g; vitamina A: 30 mcg; vitamina B¹: 0,04 mg; vitamina B²: 0,04 mg; vitamina C: 36 mg. Os minerais: cálcio: 30 mg; ferro: 2,9 mg; potássio: 172,4 mg.
 
Propriedades terapêuticas: Por séculos, foi considerada árvore ornamental, chegando até 7m de altura.
 
É nativa da Ásia tropical, talvez da Índia e mesmo da China, países onde a população não se atrevia a comer esta fruta exótica. Somente em 1818 foi introduzida no Brasil pelo agrônomo francês Paul Germain, que a levou ao Nordeste, mais especificamente Pernambuco. Dizem que foi lá que o povo começou a comê-la, considerando-a como fruta.
 
Mais tarde, foram feitas análises químicas que comprovaram sua riqueza em minerais, vitaminas, taninos e ácido oxálico. Daí foi um passo para se espalhar por todo o litoral brasileiro, sendo transformada pela indústria alimentícia em geléias, compotas, xaropes, conservas, picles, vinhos e sucos.
 
Uso medicinal:
 
- Na medicina alternativa, seu suco é utilizado como fonte de muitos nutrientes e é recomendado para amenizar disenterias, diarréias e febres. Isso porque a fruta contém tanino, que possui propriedades hemostáticas, anti-sépticas e tonificantes.
 
- É muito utilizada como antidiarréico por suas propriedades adstringentes. Os taninos são excelentes inibidores enzimáticos e atuam como antienvenenamento por determinados alcalóides.
 
- Ela é rica em vitaminas: A, ótima contra infecções, protetora da pele e da visão; vitaminas do complexo B, time da energia, que extrai combustível dos carboidratos, das proteínas e das gorduras dos alimentos; vitamina C, fundamental para a manutenção da saúde, prevenção de resfriados, pressão alta e câncer.
 
- A carambola possui minerais como o cálcio, vital para outras funções de nosso organismo, além de fortalecer os ossos, prevenindo a osteoporose.
 
- Como combate a hipertensão, os cardiologistas são fascinados pela relação que o cálcio tem com a pressão.
 
- Contém ferro, importante para crianças e mulheres que chegam à menopausa e idosos, que têm maiores tendências a apresentar deficiência de ferro, mineral essencial para a hemoglobina e para combater e prevenir a anemia.
 
- A fruta possui, ainda, fósforo, que controla o cansaço mental e neurônios e também cálcio, que previne contra as doenças da gengiva, que é a causa principal da perda de dentes em adultos. O cálcio impede a mandíbula de encolher, fornecendo mais força para os dentes.
 
- Alivia as dores ósseas, câimbras musculares e problemas menstruais.
 
- O suco da carambola pode ser esfregado na pele, diminuindo a coloração de manchas senis, devido à presença do ácido oxálico.
 
- Usa-se o suco da fruta como um febrífugo excelente. Para todo tipo de febre.
 
- As folhas amassadas,  bom para picadas venenosas.
 
- É um ótimo diurético.
 
- Ajuda a diminuir lesões do eczema da pele. Utilizar como alimento diário.
 
- Frutos e folhas são refrigerantes.
 
- O fruto é regulador da glicose.
 
- Auxilia no controle da diabete: chá das folhas.
 
Trata-se, portanto, de uma árvore ornamental e frutífera, com grande quantidade de nutrientes.
 
Não deixe de usar periodicamente esta fruta exótica, que ajuda seu organismo, fortalecendo o seu sistema imunológico.
 
A quantidade de calorias em 100g de carambola é de apenas 29 calorias.
 
Contra-indicações:
 
A carambola é um verdadeiro veneno para pacientes que sofrem de insuficiência renal. O perigo se deve a uma substância tóxica chamada carambotoxina, existente em altas quantidades na fruta. Ao consumí-la, pessoas com problemas nos rins podem sofrer grave intoxicação, pois não são capazes de filtrar a toxina, que se espalha na corrente sanguínea e passa a afetar o sistema nervoso. Históricos de pessoas afetadas pela substância, descrevem sintomas como soluços incontroláveis e vômitos. Em casos mais graves, o consumidor apresenta distúrbios de consciência e convulsões, podendo entrar em coma e morrer.
 
Bibliografia:
 
As Frutas na Medicina Natural, A. Balbach , Editora Vida Plena
As Incríveis 50 Frutas com Poderes Medicinais, Lelington Lobo Franco, químico-fitologista (Curitiba, PR).
 


Medicina Alternativa®